Um espaço verde dentro da cidade

A abundância florística do PZB denota o êxito de uma área reflorestada

 

No final do século XIX, foi criado o Parque Zoobotânico do Museu Goeldi, com a função mostrar a fauna e a flora regionais para a educação e lazer da população, além de ser uma área de pesquisa. Completando 115 anos de existência em agosto de 2010, o Parque do Museu Goeldi se configurou também como experiência bem sucedida de reflorestamento, isto é, de recuperação florestal de uma área que já havia sido aberta. Atualmente, há cerca de 3 mil espécies de plantas e animais no PZB, um fator positivo para os visitantes, moradores e pesquisadores do Parque.

A ecóloga e pesquisadora do MPEG, Ima Célia Guimarães Vieira, especialista em restauração florestal, explica a importância desta experiência de reflorestamento urbano. Assista sua entrevista clicando aqui.