Quem faz funcionar o Parque?

Um exército de 135 pessoas, desconhecidas pelos milhares de visitantes do Parque Zoobotânico, trabalha cotidianamente para o funcionamento pleno do mais antigo espaço verde da cidade

 

Desde 1895, o Parque Zoobotânico proporciona diversão e conhecimento para os seus visitantes. Contudo, quem visita o Parque desconhece o esforço necessário para mantê-lo. Envolvidas na engrenagem que movimenta o Parque, 135 pessoas trabalham para o seu bom funcionamento.

O Serviço do Parque Zoobotânico (SPZ) é responsável pela manutenção de animais e plantas e pela conservação das áreas públicas. Outras unidades do Museu Goeldi trabalham na administração, comunicação, finanças, orientação jurídica, segurança, limpeza, transporte, entre outros. Ao total, são 105 funcionários, bolsistas, estagiários e prestadores de serviços, que trabalham como veterinários, engenheiros, biólogos, tratadores, operadores de máquinas, nutricionistas, jardineiros, administradores, jornalistas, pedreiros, serventes, bilheteiros e vigilantes.

Além dos que cuidam do ambiente físico, da fauna e da flora do Parque, outras 30 pessoas se dedicam à montagem de exposições e às atividades educativas.

Conheça três histórias de pessoas que ajudam a manter vivo o Parque Zoobotânico:

 

 

Caros usuários estamos trabalhando para resolver problemas técnicos nos vídeos.
Em breve as visualizações voltarão ao normal. Perdoem-nos pelo transtorno.